A Segurança não é o simples ato egoísta de não querer acidentar, mas sobretudo, um ato de solidariedade de não deixar ocorrer acidentes - (Carilli Simarro)

2014.1

Apresentação

As organizações produtivas têm demonstrado interesse por um "novo profissional de Segurança no Trabalho" que seja formado em tempo hábil, que possua, acima de tudo, habilidades e um perfil de gestor e que tenha capacidade de elaborar programas contínuos que contemplem um sistema de gestão classificado como Integrado onde Saúde, Meio Ambiente e Segurança no Trabalho possam estar no mesmo plano de importância, colocando a premissa de que o trabalho não deve ser apenas gerador de emprego e renda, mas principalmente possa contribuir com a promoção de uma melhor qualidade de vida da população trabalhadora, além de estar em acordo com os princípios do desenvolvimento sustentável.
A melhoria nas condições do ambiente e das condições de trabalho tem como objetivos principais diminuir o custo social com os acidentes de trabalho, valorizar a auto-estima e proporcionar a melhoria contínua da qualidade de vida dos trabalhadores.

O mercado de trabalho para o egresso do curso de Tecnologia em Segurança no Trabalho apresenta-se amplo, diversificado e atrativo permitindo ao profissional habilitado exercer suas atividades em vários campos do setor produtivo, essa perspectiva se confirma com a consolidação e expansão de Suape, a abertura do polo automotivo (Fiat In Company) e criação de diversos distritos industriais em varias cidades do estado.

A formação em Segurança no Trabalho, engloba um conjunto de ciências e tecnologias que tem o objetivo de promover a proteção do trabalhador no seu local de trabalho, visando a redução de acidentes de trabalho e doenças ocupacionais. É uma das áreas da segurança e saúde ocupacionais, cujo objetivo é identificar, avaliar e controlar situações de risco, proporcionando um ambiente de trabalho mais seguro e saudável para as pessoas.
Destacam-se entre as principais atividades da segurança no trabalho:

  • Prevenção de acidentes
  • Promoção da saúde
  • Prevenção de incêndios

Perfil do Profissional

O profissional de Segurança no trabalho deverá:

  • Planejar e perseguir objetivos
  • Comunicar-se com eficiência
  • Comunicar-se com eficiência
  • Tomar decisão, solucionando com equilíbrio, questões do cotidiano
  • Estar em constante aprendizado e aperfeiçoamento
  • Agir eticamente buscando o bem comum
  • Mobilizar e organizar pessoas em torno do empreendimento

Título do Graduado

Tecnólogo em Segurança no Trabalho.

Título do Graduado

Para os formados no Curso de Tecnologia em Segurança no Trabalho há a possibilidade de:

  • Desenvolver ações que promovam a qualidade de vida do trabalhador nas organizações;
  • Identificar e prevenir doenças ocupacionais levando em consideração o homem e seu ambiente de trabalho;
  • Recomendar medidas para a melhoria das condições de trabalho e desenvolvimento do espírito de segurança;
  • Planejar e organizar campanhas especiais sobre higiene e segurança no trabalho;
  • Intervir na realidade das organizações, promovendo mudanças em relação aos aspectos tecnológicos que determinam a melhoria das condições de trabalho, produtividade e da qualidade de vida dos trabalhadores;
  • Ter domínio da legislação e normas técnicas de segurança no trabalho;
  • Conhecer e aplicar os fundamentos de prevenção à saúde;
  • Estabelecer normas e procedimentos para prevenir acidentes no trabalho e controle dos resultados obtidos;
  • Planejar e implementar medidas de segurança no armazenamento, transporte e manuseio de produtos;
  • Avaliar os riscos profissionais a que estão expostos os trabalhadores no contexto das organizações;
  • Desenvolver programas de capacitação e treinamento na área de higiene e segurança no trabalho;
  • Diagnosticar fatores de riscos ambientais;
  • Desenvolver ações que possibilitem a aplicação dos princípios ergonômicos na realização no trabalho;
  • Estabelecer diretrizes para a escolha de equipamentos de proteção individual e coletiva.

Não podemos deixar de salientar também a expansão de diversos setores no estado, como, Fábricas, Indústrias na relação de trabalho com a questão da segurança e da integridade física do trabalhador, permitindo assim expandir as fronteiras tecnológicas e buscando novas formas de produzir melhores meios de proteção coletivas e individuais.
A expansão da construção civil justifica também a demanda por profissionais dessa área, segundo dados da FGV - Fundação Getulio Vargas a expectativa é que as vagas com carteira assinada no setor tenham um aumento de 8%, atingindo 2,4 milhões de empregos formais 180 mil postos a mais do que em 2009.

Gercineide Lemos

Graduação em Enfermagem - UPE, Graduação em Psicologia - FACHO. Especialista Administração dos Serviços de Saúde - UFPE, e Psicologia Hospitalar e Domiciliar - CPHD. Mestre Desenvolvimento e Meio Ambiente área de concentração Saneamento e Saúde. Experiencia Profissional: Funcionária aposentada da ANVISA - MS, onde exerceu a Sub Gerencia de Aeroportos, Chefia do Porto do Recife e fiscalização Sanitária do Aeroporto e do Porto do Recife. Atuou como: Enfermeira Assistencial e Gerencia de Seção de Pacientes Externos do HGV - PE. Professora e Coordenadora do Curso de Enfermagem ha 35 anos.


CURSOS SUPERIORES

PÓS-GRADUAÇÃO

   Geral